Pular

Energia Sustentável

Prover energia para uma população que cresce e se concentra em áreas urbanas é um dos grandes desafios da sociedade atual. O Brasil desponta nesse cenário com evidentes benefícios e importantes pontos de alerta.

Pelo aspecto positivo, o País apresenta amplo domínio de fontes renováveis em sua matriz energética, sendo uma das mais sustentáveis do mundo. Mas esta mesma vantagem pode se traduzir em incerteza, na medida em que a geração de energia a partir de fontes renováveis depende da disponibilidade de recursos naturais, como água e vento.

Diante da impossibilidade de controlar essa disponibilidade, o País precisa contar com outras fontes para geração de energia, como usinas térmicas. Outro aspecto desafiador são as longas distâncias que separam as atuais fontes geradoras dos grandes centros urbanos consumidores. Para superar mais esta dificuldade, o conceito de geração distribuída tem se consolidado como uma das alternativas mais viáveis para o médio e longo prazo.

A Siemens dispõe de produtos e serviços tanto para o mercado de fontes renováveis quanto de usinas térmicas, além de ter ampliado seu portfólio recentemente para prover soluções também no campo da energia distribuída.

O ano de 2015 foi um período de muitas dificuldades no setor energético brasileiro, como reflexo da economia desaquecida e também da estagnação no setor de Óleo & Gás. Mesmo assim, a Siemens conquistou importantes projetos em suas Divisões Power & Gas, Wind Power and Renewables e Power Generation Services.

Energia Sustentável

Indicadores GRI -G4: 2 • 4 • 8 • EC2 • EC7 • EC8 • EN27





Power and Gas

A Siemens Divisão Power and Gas possui o mais completo portfólio focado para a geração de energia, englobando turbinas a gás e a vapor, geradores e sistemas de instrumentação e controle para usinas de ciclo combinado ou movidas a carvão, além de compressores, soluções para sistemas elétricos e de automação. As aquisições globais do segmento de turbinas aeroderivadas da Rolls Royce e da empresa Dresser Rand representaram aumento efetivo na participação desse mercado.

O Brasil apresenta uma condição rara e altamente vantajosa no mundo, com a disponibilidade de todas as fontes de energia. Hoje, cerca de 70% da nossa matriz energética é composta por fontes limpas, sendo a hidrelétrica a principal delas. No entanto, outras fontes devem ganhar relevância nos próximos anos, como são os casos da eólica e da geração térmica.

70%da nossa matriz energética é composta por fontes limpas.

Com seu portfólio e sua alta especialização, a Siemens apresenta-se como parceira para o País, seja qual for a fonte de energia utilizada. No caso das usinas térmicas, a Siemens oferece soluções de alta eficiência e confiabilidade, assegurando ao mesmo tempo a geração de energia e a otimização dos recursos naturais utilizados com baixas emissões. O aumento do consumo de energia no Brasil projeta cada vez mais a utilização das térmicas e soluções de alta eficiência se tornarão cada vez mais imprescindíveis nesse modelo.

Sem dúvida a Geração Distribuída será relevante na matriz energética, beneficiando-se de mais esta fonte de energia disponível. Aproveitando-se dos ventos do Nordeste e do Sul, da geração hídrica do Norte e do Sudeste, o País pode e deve obter vantagens com esse modelo, precisando, para isso, superar o desafio da transmissão de energia pelo território nacional. Também é importante notar as boas perspectivas em termos de cogeração de energia, outra área de forte atuação da Siemens, seja para abastecimento das próprias indústrias ou para comercialização para a rede externa.

Um dos desafios da Siemens, no mercado de energia, é guiar o setor para os benefícios das soluções em digitalização para seus negócios. Pioneira em tecnologias que se beneficiam da geração de dados a partir de sua base instalada, a Siemens hoje é também uma fonte de possibilidades em inovação para ajudar o setor elétrico a modernizar e se beneficiar de suas próprias informações, aumentando a produtividade, reduzindo o impacto ambiental e melhorando a vida da sociedade.

A Siemens oferece soluções de alta eficiência e confiabilidade, assegurando ao mesmo tempo a geração de energia e a otimização dos recursos naturais.

Ricardo Lamenza “O Brasil tem imenso potencial para gerar energia a partir de várias fontes, valendo-se de seus recursos naturais, como os ventos do Nordeste e do Sul, por exemplo, e apoiando-se em soluções convencionais. A Siemens fornece soluções para todos os tipos de geração de energia e enxerga diversas possibilidades de otimização desse processo, por meio de seus recursos de digitalização, que devem ampliar ainda mais a inteligência dos sistemas de geração, contribuindo para maior produtividade.”

Ricardo Lamenza, Diretor das Divisões Power.

Indicadores GRI -G4: 2 • 4 • 8 • EC2 • EC7 • EC8 • EN27


|Maior Turbina do Setor Sucroalcooleiro Fabricada no Brasil

A maior turbina a vapor fabricada no Brasil para o setor sucroalcooleiro tem a marca da Siemens. O equipamento produzido pela empresa no Complexo Industrial de Jundiaí tem 73,5 MW de potência e foi adquirido pela Usina Delta, em Minas Gerais, para expansão de sua capacidade. Com a nova turbina, a planta passou a gerar 375.503 MWh/ano, o suficiente para abastecer uma cidade com mais de 350 mil habitantes.

A principal demanda do cliente era otimizar a usina de açúcar e álcool para maximizar a geração de energia durante os períodos de safra e entressafra, por meio da implementação do ciclo regenerativo. O objetivo era permitir à Delta suprir a necessidade de consumo interno e comercializar os excedentes para o Sistema Integrado Nacional. A fim de atender a necessidade do cliente, a Siemens produziu para a Usina Delta uma turbina a vapor SST600.

Maior turbina do setor sucroalcooleiro fabricada no Brasil

O equipamento altamente customizável fornece excelente desempenho com alta confiabilidade. Com excelente relação custo-benefício para instalação e operação, a SST600 da Siemens também oferece excelente flexibilidade para processos industriais complexos.

A turbina SST 600 pode ser utilizada tanto para condensação quanto para contrapressão e está apta para altas condições de pressão e temperatura de vapor. Outro diferencial do equipamento é a capacidade de atender diferentes condições de instalação, como em soluções de escape axial, oferecendo potencial de significativa redução de custo para os clientes.

Mais um benefício do produto: a primeira turbina do setor que dispensa o uso de redutor de velocidade também oferece a vantagem de instalação outdoor (em ambiente externo), reduzindo de forma significativa os gastos com obras civis.


Power Generations Services

Tão importante quanto adquirir equipamentos de alta qualidade para a geração de energia é assegurar que eles irão operar de maneira eficiente ao longo do seu ciclo de vida. Esta é a principal atribuição da Divisão Power Generation Services. Sua equipe de especialistas garante que as turbinas a vapor, a gás e eólicas, os geradores para termelétricas e os compressores de processo ofereçam alta produtividade para as empresas onde estão instalados. Power Generations Services

Um dos aspectos da estratégia global da Siemens, de ampliar sua presença nos mercados relacionados à energia, impactou o segmento de serviços de forma significativa. As aquisições globais do segmento de turbinas aeroderivadas da Rolls Royce e da empresa Dresser Rand representaram aumento efetivo na participação desse mercado. Ao longo de 2015, no Brasil, a estrutura da Dresser Rand foi integrada à da Siemens e a integração da Rolls Royce está em curso.

As aquisições globais do segmento de turbinas aeroderivadas da Rolls Royce e da empresa Dresser Rand representaram aumento efetivo na participação desse mercado

Mas não foram apenas as aquisições que trouxeram crescimento para a área. A alta demanda de energia gerada a partir de usinas térmicas, dada a prolongada estiagem que nosso País sofreu, manteve-se em 2015, ampliando também a necessidade de processos de manutenção e revitalização de equipamentos. Essa tendência deve se reforçar no mercado brasileiro nos próximos anos, sinalizando uma demanda contínua para esse tipo de serviço.

Ao contribuir para manter e revitalizar a base instalada de usinas e indústrias no Brasil, a Divisão Power Generation Services também oferece benefícios no aspecto da sustentabilidade. Possibilitando a melhor utilização de recursos, como água, gás e energia elétrica, as soluções de serviços da Siemens ampliam a produtividade dos clientes, ao mesmo tempo em que beneficiam o meio ambiente.

Como clara demonstração do nosso compromisso diversos contratos de longo prazo são baseados no aumento de eficiência, associado ao melhor desempenho dos equipamentos. Mais do que oferecer soluções eficientes, nós nos responsabilizamos por elas.

Indicadores GRI -G4: 2 • 4 • 8 • EC2 • EC7 • EC8 • EN27


|Companhia Siderúrgica Nacional

Um equipamento funcionando ininterruptamente há catorze anos precisa, em algum momento, receber manutenção. Mas nem sempre isso é algo simples de ser feito quando se fala de uma turbina a vapor, instalada em uma das maiores siderúrgicas do Brasil, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), responsável por gerar em torno de 120 MW de energia para a fábrica, algo equivalente ao consumo de mais de meio milhão de residências.

Esta era uma parte do desafio apresentado por nosso cliente à Divisão Power Generation Services da Siemens, mas havia outros. A turbina SST-800 instalada na planta no interior do rio de Janeiro, já não entregava a potência nominal de 120 MW, justamente pelo desgaste natural dos anos em uso, sem paradas para manutenção. No entanto, a parada programada não poderia levar mais do que o prazo definido pelo cliente de 120 dias. Afinal, ao deixar de gerar a própria energia para a planta, o cliente precisaria adquirir energia da rede, gerando impacto econômico para a empresa e, eventualmente, para a região em que está instalada.

A Siemens aceitou o desafio, que se mostrou bastante rigoroso. A fase de preparação, que normalmente consome em torno de três meses, precisou ser cumprida em 45 dias, incluindo o pedido, o recebimento e a liberação de peças importadas da Alemanha. Também fez parte do projeto a fabricação de peças sobressalentes nacionalizadas, tanto na fábrica da Siemens, em Jundiaí (SP), quanto em alguns parceiros, além da manutenção de sistemas periféricos da planta (condensador, sistemas de lubrificação etc). Cerca de cem profissionais diretos, no Brasil e na Alemanha, foram envolvidos para cumprir a demanda.

O resultado foi além das expectativas: a turbina, que antes da manutenção estava gerando pouco mais de 100 MW, voltou praticamente à sua potência nominal, depois de passar por uma completa manutenção, com troca de peças e ajuste de sistemas. Além de o projeto atender exatamente à demanda do cliente, outro diferencial foi o prazo, já que a equipe da Power Generation Services foi capaz de concluir todo o escopo em um período menor que o estipulado.


Wind Power and Renewables

Os últimos anos foram marcados pelo vertiginoso crescimento dos negócios relacionados à energia eólica no Brasil. Nos anos de 2014 e 2015, o País ocupou a quarta colocação mundial em instalação de usinas eólicas. Wind Power and Renewables

Foram, respectivamente, 2,4 GW e 2,7 GW instalados no Brasil nesses dois anos, o que coloca o País atrás apenas da China, dos Estados Unidos e da Alemanha nesse quesito. Hoje, o Brasil tem instalados 8,2 GW de energia eólica, o que corresponde a 5,8% do total da energia elétrica gerada no País. Esse número deve chegar a 11% até 2023, representando o maior crescimento na matriz energética brasileira.

Esses dados geram múltiplas interpretações. Uma delas, obviamente, é o alto potencial do mercado brasileiro para soluções de energia eólica. Hoje, a Siemens já conta com 166 máquinas gerando energia através dos ventos no Brasil, em estados como Ceará, Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Norte. Para o mercado Onshore, estamos lançando um novo modelo de turbina, a SWT-2.3 120, com pás de 59 metros de comprimento, garantindo alta geração de energia. A adequabilidade deste modelo aos ventos brasileiros pode ser comprovada pelos feedbacks altamente positivos de nossos clientes, com expressivos indicadores de produtividade. Além de fornecer equipamentos para geração, a Siemens também tem se destacado no mercado pelos contratos de operação e manutenção de plantas eólicas, geralmente em períodos que podem chegar a dez anos.

7 MILHÕESde toneladas de emissões de CO2 evitadas
graças à utilização da energia eólica.

Para atender os clientes, garantindo a disponibilidade de suas máquinas e a produtividade de seus parques, a Siemens tem investido de forma consistente em capacitação de sua equipe de técnicos de campo. A tendência é pelo aproveitamento de mão de obra local, contribuindo, portanto, para ampliar a capacitação profissional no País nas regiões onde os parques eólicos são construídos.

Outro benefício da geração de energia pela fonte eólica diz respeito ao aspecto ambiental, à medida que reforça o caráter de energia limpa predominante em nossa matriz. No Brasil, estima-se que, por ano, sejam evitadas emissões de 7 milhões de toneladas de CO2 graças à utilização da energia eólica. O dado é equivalente às emissões de 4 milhões de automóveis circulando por um ano. Também deve ser destacado o próprio processo de produção de uma turbina eólica: em apenas cinco meses de funcionamento, ela já compensa as emissões de CO2 geradas durante sua fabricação industrial.

Indicadores GRI -G4: 2 • 4 • 8 • EC2 • EC7 • EC8 • EN27


|Nova Turbina Eólica SWT-2.3 120

Com 205 eólicas já instaladas no Brasil, a Siemens continua promovendo a evolução de seus produtos no mercado nacional. O mais novo lançamento da empresa no segmento é o modelo SWT-2.3 120, desenvolvida com base na comprovada eficiência da plataforma G2, uma das turbinas eólicas mais robustas e bem-sucedidas de todos os tempos, com mais de oito mil unidades instaladas no mundo.

Nova turbina eólica SWT-2.3 120

A SWT-2.3 120 incorpora uma ampla variedade de inovações tecnológicas, reunidas para oferecer alto desempenho inclusive em localidades com ventos de média e baixa velocidade. Entre os principais diferenciais do novo produto, destacam-se as pás de comprimento ampliado, passando de 53 metros para 59 metros, permitindo a geração de energia em uma faixa mais ampla de velocidade de ventos. Dependendo da velocidade média de ventos de uma parque eólico, o ganho de eficiência pode chegar a 9% na geração anual de energia, o que proporciona uma maior taxa de retorno aos investimentos de nossos cliente.

Também se destaca na SWT-2.3 120 sua nacelle, projetada com base em um conceito de facilidade e simplificação de manutenção, graças à melhor acessibilidade de seus componentes. Sua cobertura em aço foi projetada para oferecer máxima proteção aos componentes internos, entre eles o multiplicador de velocidades, com dois estágios planetários e um helicoidal.

Dotada do sistema de conversão NetConverter®, a turbina SWT-2.3 120 é capaz de gerar energia mesmo com variações de velocidade, frequência e voltagem, ao mesmo tempo em que transmite essa energia de maneira estabilizada para o transformador. Alinhada aos conceitos de automação e digitalização, a turbina da Siemens conta com sistema WebWPS SCADA, que provê dados elétricos, mecânicos, meteorológicos, assim como status e eventuais falhas da operação.